Carregando...

Dermatologia pediátrica

O que a dermatologia pediátrica pode fazer pela pele das crianças?

Dermatologia pediátrica

A dermatologia pediátrica cuida da pele, que é um órgão que amadurece com o tempo. Por isso, é tão sensível quando somos bebês e exige maior atenção e cuidado na infância. É nesse período que surgem as primeiras manifestações de dermatite atópica, brotoeja, psoríase e outras manchas na pele que precisam ser tratadas para garantir o bem-estar da criança.

Por entender isso é que a Dra. Marice El Achkar Mello (CRM/SC 10414 e RQE 5948) dedica-se a cuidar da pele dos bebês, das crianças e dos adolescentes, para que se desenvolva de forma saudável. A experiência, ela adquiriu durante os anos de graduação em medicina na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de Residência em Pediatria no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, e de Especialização em Dermatologia Pediátrica no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba.

Hoje a médica atende na Clínica TIo Cecim, em Florianópolis, e é membro efetiva da Society Pediatric Dermatology, da Sociedade Latino-Americana de Dermatologia Pediátrica e da Sociedade Brasileira de Pediatria. Detém conhecimento e compreensão sobre a importância da atenção, do carinho e do cuidado envolvidos no atendimento infantil.

O que a dermatologia pediátrica trata

As doenças de pele que mais afetam bebês e crianças são a dermatite atópica, brotoeja, psoríase e outras manchas na pele. Quando elas surgem, os pais ou cuidadores ficam na dúvida do que pode ser e como tratar. Às vezes aplicam soluções caseiras, sem conhecimento técnico, que pouco – ou nada – resolvem, tornando o problema recorrente ou tornando-o pior. Na verdade, o mais indicado é buscar a orientação de uma médica com conhecimento em dermatologia pediátrica para solucionar cada um destes problemas:

Bebês e crianças maiores, às vezes, apresentam manchas no corpo que podem ter causas diversas. Geralmente as que surgem, podem tanto ser sintomas de doenças como sarampo, rubéola, dengue e exantema, escarlatina, roséola, de uma reação alérgica a medicamentos ou ser um eritema solar (queimadura de sol), quanto estar relacionadas às dermatites de contato.

Como são muitas as possibilidades, pré-agendar a consulta com uma médica que detém experiência no tratamento de qualquer uma das doenças de pele relacionadas às manchas é o mais indicado para manter a pele da criança sempre saudável. Faça isso preenchendo o formulário abaixo, pois cuidado e carinho nunca é demais!

Para solicitar um agendamento de consulta, preencha
o formulário abaixo que logo entraremos em contato.