Blog

Guia de problemas de pele mais comuns entre as crianças no verão

Por: - Dermatologia pediátrica - CRM/SC 10414 | RQE 5948
Publicado em 04/12/2019 - Atualizado 05/12/2019

Cuidar da pele das crianças no verão é uma das formas de prevenir complicações nos pequenos, principalmente em uma época em que inúmeros fatores desencadeantes podem contribuir para isso. Por isso, caso os desconfortos não sejam tratados e prevenidos corretamente, a criança pode passar por incômodos que, com algumas dicas simples, poderiam ser evitados.

Conheça os principais problemas de pele que atingem as crianças no verão e confira algumas orientações que podem fazer a diferença na saúde do seu filho:

 

 

Agora que você já conhece os principais problemas de pele que podem acometer as crianças no verão, anote as diversas medidas que te ajudam a prevenir esses desconfortos e melhoram a saúde do seu filho no verão:

Hidratação da pele

Certifique-se de que a pele da criança e do bebê estejam, sempre, hidratadas. Para isso, é fundamental fazer uso de um hidratante que atraia água para pele. Ao mesmo tempo, impeça que a água evapore. Isso fará com que a pele fique hidratada por muito mais tempo.

O hidratante deve ser utilizado após o banho. A pele úmida auxilia na melhor absorção do produto e evita a perda de água. Que tal aplicá-lo fazendo massagens na criança? Ao mesmo tempo em que potencializa a absorção do produto, demonstra carinho à criança.

Alimentos adequados e água!

É fundamental que a criança mantenha uma dieta equilibrada durante o verão, com alimentos ricos em nutrientes importantes para a pele. Zinco, vitamina D e lisina são apostas fundamentais para enriquecer a dieta da criança e cuidar da saúde cutânea.

Além disso, a criança deve manter-se constantemente hidratada, tomando água e líquidos durante o dia, como sucos, chás e ingerir maior quantidade de frutas ricas em água.

Uso de repelente e protetor solar

Para evitar as picadas de inseto, é fundamental utilizar o repelente de forma correta e regular, durante o verão. Além disso, o protetor solar deve ser um pré-requisito para qualquer criança sair de casa, principalmente quando se encontra exposta ao sol intenso, em clubes e praias. Certifique-se de fazer o uso correto desses agentes que previnem complicações no verão.

Todas essas informações devem ser confirmadas por um dermatopediatra, que poderá ajudar cada caso de forma individual. Você já conhece algum dermatologista para bebês, crianças e adolescentes em Florianópolis?

Essa leitura foi útil para te informar sobre a melhor forma de cuidar da saúde da criança no verão? 

Compartilhe com outras mães e pais, para que também possam evitar desconfortos em seus filhos no verão! 

Material escrito por:
Dermatologia pediátrica - CRM/SC 10414 | RQE 5948

A Dra. Marice Mello dedica-se à pediatria desde a graduação em medicina na UFSC. A médica é especialista em pediatria, pelo Hospital Infantil Joana de Gusmão, e tem especialização em dermatologia pediátrica, pela UFPR. É membro da Society Pediatric Dermatology, da Sociedade Latino-Americana de Dermatologia Pediátrica e da Sociedade Brasileira de Pediatria.   Ver Lattes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Voltar