Carregando...

Blog

Febre muito alta é um dos sintomas da roséola

22/07/2016

Os sintomas da roséola, também chamado de exantema súbito, são febre muito alta que surge sem motivo aparente, falta de apetite e bolinhas vermelhas no corpo.

A roséola é mais frequente em crianças de seis meses a dois anos. A febre alta e persistente, que não cede mesmo com a medicação prescrita pelo pediatra, costuma ser o primeiro sintoma. Depois de 24 a 72 horas a febre desaparece e aparecem as bolinhas vermelhas, principalmente no tronco. Outros sintomas são nariz escorrendo, tosse, uma leve diarreia e falta de energia.

O médico geralmente consegue fazer um diagnóstico preciso da roséola após o terceiro dia de febre, pois é quando já ocorreu a evolução do quadro, a temperatura corporal costuma baixar e as bolinhas vermelhas aparecem.

A roséola não tem tratamento. São ministrados apenas remédios para baixar a febre. As bolinhas vermelhas desaparecem naturalmente em até cinco dias. É causada pelo vírus do herpes humano tipo 6 (HVH-6) e 7 (HVH-7), e é transmitida pela saliva. A transmissão acontece quando a erupção de pele ainda não apareceu e o período de incubação é de cinco a 15 dias.

Orientações para lidar com febre muito alta e outros sintomas da roséola

O que muitas mães fazem quando percebem que a criança está com febre e a temperatura não baixa com o uso de um único antitérmico é alternar dois tipos do medicamento. Na verdade, a alternância não promove mudanças no quadro. O recomendado é usar sempre o mesmo antitérmico, receitado pelo pediatra, e ao qual a criança responde melhor até que seja possível realizar o diagnóstico da doença e, posteriormente, o tratamento.

Durante os dias de febre, é preciso cuidar do conforto e da hidratação da criança. É bom oferecer bastante líquido para evitar a desidratação.

Como as bolinhas vermelhas surgem somente depois de a febre já ter cedido, é muito comum também os pais as confundirem com brotoejas, principalmente se o sintoma surge em épocas muito quentes do ano ou quando a criança está vestindo muitas roupas para se proteger no frio. Um dos sintomas da brotoeja é a coceira. A criança com roséola não se coça, mas fica irritada, enquanto a criança com brotoeja não apresenta alterações de humor ou indisposição.

Na dúvida, ou mesmo tendo uma suspeita do que pode estar acontecendo com a criança, é bom consultar com o pediatra para receber a orientação correta acerca do tratamento e dos cuidados para diminuir a preocupação e saber como atender a criança em momentos como este e fazer com que se sinta confortável até se recuperar.

Voltar