Blog

Dicas para a hidratação da pele dos bebês e crianças

Por: - Dermatologia pediátrica - CRM/SC 10414 | RQE 5948
Publicado em 01/01/2019 - Atualizado 07/02/2019

Qual a melhor maneira de promover a hidratação da pele dos bebês e crianças? Esse artigo é destinado a lhe dar dicas sobre os cuidados necessários para cuidar da pele dos pequenos.

Já falamos sobre os cuidados necessários que se destinam à pele do adolescente, mencionando a melhor maneira de hidratá-la nessa fase do crescimento.

Mas quando a pele está em sua fase mais sensível e em constante desenvolvimento, quais os cuidados específicos a serem tomados?

A importância da hidratação da pele dos bebês e crianças

Para conhecermos a melhor maneira de cuidar da pele do bebê e das crianças, é importante explicarmos quais as funções desse órgão, assim como o desenvolvimento da pele nessa fase da vida.

A pele é um órgão que possui como função principal a manutenção da água, assim como permitir a homeostase de eletrólitos no organismo. Além disso, a pele atua na síntese da vitamina D, assim como ajuda na relação afetiva e de identificação entre mãe e filho, logo no início da vida.

A termorregulação também é uma finalidade da pele que protege o corpo contra infecções, agentes tóxicos e a incidência de raios ultravioletas. Entretanto, é importante orientar que a pele da criança é diferente da pele do adulto, já que as suas estruturas funcionais estão em constante desenvolvimento.

As características da pele da criança se diferem da pele do adulto, principalmente, porque a superfície cutânea é maior em relação ao peso corporal. Por isso, logo ao início da vida o bebê passa a ter uma maior perda transepidérmica de água, o que acaba requerendo mais cuidados em relação à pele infantil.

Assim, hidratar a pele é uma ação fundamental, mas é importante que isso seja feito de forma correta.

A hidratação adequada da pele

Chamamos de camada córnea da pele àquela parte do órgão que mantém a barreira epidérmica e possui a função de proteção. Ou seja, essa camada evita que a pele perca água e permite que haja a penetração de irritantes e agentes externos estranhos ao corpo.

Por isso, o uso de hidratantes é fundamental para:

  • melhorar o aspecto da pele;
  • prevenir a perda transepidérmica de água da pele;
  • promover elasticidade e maciez à pele;
  • proteger a pele de microrganismos e agentes irritantes à pele;
  • manter a temperatura ideal da pele;
  • diminuir a descamação da pele.

Por isso, o hidratante correto é aquele que atrai água para a pele e, paralelamente, impede que a água evapore, o que a mantém hidratada por muito mais tempo.

Assim sendo, podem ser usados em forma de creme ou loções, pois são compostos por uma mistura de água e óleos específicos para a saúde da pele. Mas quais são os variados tipos de hidratantes?

Como usar o hidratante?

É importante que o uso do hidratante seja feito após o banho, para que seus efeitos sejam ainda mais potencializados. Isso significa que o uso do hidratante com a pele úmida permite uma maior absorção do produto e ainda combate a perda de água pela pele.

Outra medida fundamental ao usar o hidratante na criança é aplicar o produto por meio de massagens. Além de promover uma maior absorção do hidratante, permite que uma demonstração de conforto e carinho entre os pais e os filhos.

Toda criança merece um acompanhamento

Toda criança merece um acompanhamento dermatopediatrico durante a infância. Isso é fundamental para que a criança seja avaliada por um profissional de confiança, a fim de aconselhar os pais com o uso de produtos corretos e realizar medidas preventivas para problemas futuros de pele.

O uso incorreto de alguns produtos podem prejudicar a camada protetora da pele e prejudicar a criança. Por isso, é muito importante que os pais estejam atentos e sejam orientados por um especialista para encontrar a melhor opção para manter a pele da criança hidratada.

Gostou do artigo? Entre em contato com a nossa equipe, em caso de dúvidas. Aproveite também para baixar o e-book “Guia para os pais – Principais doenças de pele na infância: sintomas, tratamento e proteção”. O download é grátis.

Material escrito por:
Dermatologia pediátrica - CRM/SC 10414 | RQE 5948

A Dra. Marice Mello dedica-se à pediatria desde a graduação em medicina na UFSC. A médica é especialista em pediatria, pelo Hospital Infantil Joana de Gusmão, e tem especialização em dermatologia pediátrica, pela UFPR. É membro da Society Pediatric Dermatology, da Sociedade Latino-Americana de Dermatologia Pediátrica e da Sociedade Brasileira de Pediatria.   Ver Lattes

Voltar