Carregando...

Blog

Cuidado! Manchas na pele do bebê podem ser sintoma de doença de pele

05/01/2016

Bebês e crianças maiores, às vezes, apresentam manchas no corpo que podem ter causas diversas. Mesmo que tenham surgido por causa do calor ou de roupas inadequadas, até identificar a causa e a solução, pais e mães não conseguem deixar de lado a preocupação.

Por que as manchas surgem?

Geralmente as erupções cutâneas (manchas) que surgem no corpo aparecem devido ao excesso de calor ou estão relacionadas às dermatites de contato, uma inflamação de pele causada pelo contato com agentes que desencadeiam alergias ou que causam irritação. Mas também podem ser sintomas de doenças como sarampo, rubéola, dengue e exantema, escarlatina, roséola, de uma reação alérgica a medicamentos ou ser um eritema solar (queimadura de sol).

Como são muitas as possibilidades, o melhor a fazer quando houver manchas no bebê, seja em todo o corpo ou em apenas parte dele, é consultar um médico. Principalmente se:

  • as erupções durarem mais de quatro dias;
  • as manchas surgirem acompanhadas de febre, vômito ou choro constante;
  • as manchas aparecerem após a administração de uma nova medicação;
  • a criança tiver tido contato com carrapatos;
  • as erupções forem ao redor dos olhos e o local estiver inchado e vermelho;
  • as erupções forem muito extensas.

Como resolver?

Caso as manchas irromperem devido ao calor, é possível que o profissional sugira refrescar o bebê e vesti-lo com roupas de algodão para que as manchas sumam em pouco tempo. Evitar o contato com sabonetes, cosméticos, produtos de limpeza, borracha, látex, elástico e metais, entre outros materiais e até certos vegetais (aroeirinha, toxicodendro, hera, carvalho, sumagre), são medidas preventivas para solucionar a dermatite de contato.

Cuidados como colocar no bebê roupas leves, não sintéticas, no verão e a quantidade de agasalho adequada, sem cometer excessos, no inverno, também ajudam a coibir a eclosão das manchas na pele do bebê. Da mesma forma não é recomendável esfregar, coçar ou tentar retirar os líquidos das erupções, ou passar álcool na pele. Para que as manchas sumam o melhor é expor a área afetada do órgão ao ar livre.

Muitos dos problemas de pele são comuns e simples, até, de resolver. Ainda mais com a orientação do pediatra e dermatologista para o diagnóstico e tratamento adequado.

Voltar