Carregando...

Blog

O que é o vitiligo?

17/10/2017

O vitiligo é uma condição onde os indivíduos desenvolvem manchas brancas na pele, resultado de destruição e diminuição dos melanócitos, células que dão cor a nossa pele.

A causa do vitiligo ainda não está muito bem estabelecida, mas, na maioria dos casos, é uma doença autoimune limitada à pele, ou seja, o próprio sistema imunológico do corpo destrói os melanócitos.

Por ser uma doença autoimune, ao longo do tempo pode estar relacionada com o desenvolvimento de outras doenças do mesmo tipo, sendo mais comum as relacionadas à tireoide. Em alguns casos, o médico pode solicitar alguns exames aos pacientes com vitiligo para observar outras patologias associadas ou não.

Pessoas de todas as idades e tipos de pele podem ser acometidos pela doença. O vitiligo pode acometer qualquer parte do corpo, especialmente locais de trauma e fricção, como cotovelos, mãos, pés, joelhos e quadril. Também costuma afetar a região ao redor dos olhos, nariz, boca e região genital.

As lesões de vitiligo são manchas brancas que aparecem e vão aumentando de tamanho ao longo do tempo. Em alguns pacientes essas marcas nunca se alteram, enquanto em outros a progressão é rápida. Em algumas pessoas com a doença a repigmentação da pele ocorre espontaneamente.

Existem outros sintomas associados nos pacientes com vitiligo?

O vitiligo não costuma causar outros sintomas, mas, em alguns casos, pode causar coceira.

A doença não é contagiosa. Porém, alguns pacientes afirmam que o vitiligo tem impacto negativo na sua vida social e na qualidade de vida. Algumas crianças com vitiligo podem sofrer bullying por parecerem diferentes. Nestes casos, é importante um acompanhamento com o psicólogo para auxiliar no tratamento médico e melhorar a autoestima da criança.

A doença surge mais em meninas do que em meninos e, raramente, está associada com outras doenças endócrinas ou autoimunes.

Dicas práticas para os pacientes com vitiligo

  • Evite bronzear a pele normal, para não contrastar ainda mais com as lesões de vitiligo.
  • A pele com vitiligo tem menor fator de proteção natural solar, por isso, pode queimar facilmente com o sol. Use sempre proteção solar nas áreas com vitiligo.
  • Usar maquiagem para disfarçar as áreas de vitiligo é uma ótima opção para o dia a dia e a autoestima do paciente.

Opções de tratamento para o vitiligo

Existem tratamentos tópicos, orais e até cirúrgicos para o vitiligo. Todos eles vão tentar estimular o organismo a repigmentar a pele. Um especialista deve acompanhar o paciente.

Nas áreas de pele expostas diariamente deve ser aplicado sempre filtro solar.

Estudos mostram que os aditivos e conservantes da alimentação podem agravar as lesões de vitiligo. Por este motivo, o paciente com vitiligo deve ter uma alimentação saudável, livre de conservantes.

Voltar