Carregando...

Blog

Quais produtos para a pele são recomendados para adolescentes?

31/10/2017

Com a chegada da adolescência, os produtos para a pele de crianças já não atendem às necessidades específicas dos jovens e os produtos para a pele dos adultos tendem a ser mais fortes, não sendo recomendados para adolescentes.

A adolescência traz consigo uma gama enorme de transformações físicas e psicológicas. Nesta fase de tantas mudanças, são poucos os jovens que não enfrentam problemas de pele como cravos e espinhas. A intensa mudança hormonal deste período age diretamente nas glândulas sebáceas, aumentando  a produção de sebo, que, ao obstruir os poros, forma os cravos e as espinhas.

Além de serem desconfortáveis, os problemas de pele podem influenciar diretamente na autoestima e no bem-estar dos adolescentes.

Além do fator hormonal, outros aspectos que contribuem para o aparecimento das espinhas são a proliferação bacteriana na pele, higiene inadequada, predisposição genética e uso abusivo de maquiagem e cosméticos.

Apesar das espinhas e da oleosidade habitual no rosto dos adolescentes, sua epiderme não costuma ter marcas de exposição ao sol e linhas de expressão só aparecerão futuramente. Entretanto, é preciso manter uma rotina de cuidados com a pele para prevenir problemas futuros mais sérios.

Neste sentido, é fundamental beber bastante água, usar filtro solar e nunca dormir sem tirar a maquiagem do rosto. Estes são hábitos que farão uma grande diferença ao longo dos anos.

Também é fundamental estar atento aos hábitos alimentares. Dietas ricas em derivados de leite e açúcar podem contribuir com o aparecimento da acne.

Os melhores produtos para a pele

A seguir, recomendamos os produtos adequados para a pele e suas indicações quanto ao cuidado e utilização. O produto ideal depende do tipo de pele e, por isso, é essencial contar com a orientação de um dermatopediatra para saber o que realmente fará bem à saúde da cútis. Os básicos são:

Sabonete facial

Manter uma rotina de higiene é essencial no combate à acne. Cada tipo de pele exige um sabonete facial específico. Existem diversas opções no mercado para peles secas, mistas ou oleosas.

Esfoliante

Para complementar a rotina de limpeza é indicado usar esfoliante no rosto pelo menos uma vez na semana, antes de lavá-lo. Este produto age retirando as células mortas da pele e auxilia na absorção dos outros cosméticos a serem utilizados. A esfoliação deve ser feita, no máximo, duas vezes na semana para quem possui pele mista, oleosa ou acneica.

A melhor forma de usar o produto é massageando-o na pele úmida durante um minuto, em movimentos circulares. Dê atenção especial às áreas como testa, nariz e queixo, onde geralmente há mais cravos.

Hidratantes

Utilizar hidratante facial adequado ao tipo de pele não aumenta a oleosidade. As versões oil-free ou em gel são as mais indicadas. Hidratar a pele ao menos uma vez ao dia é ótimo para manter a pele viçosa e saudável. Para potencializar o efeito das loções hidratantes faciais ou corporais é bom usá-las após o banho, pois nesse momento os poros estão mais dilatados e absorvem melhor o produto.

Além disso, beber pelo menos dois litros de água por dia auxilia na hidratação da pele e evita o seu envelhecimento precoce. Hidratar-se bem ainda ajuda na manutenção de um metabolismo saudável.

Filtro Solar

O protetor solar é indispensável numa rotina de cuidados. Da mesma forma que os hidratantes, o filtro deve corresponder ao tipo de pele.  No caso de oleosidade, não devem ser usadas as versões com creme ou óleo.  Deve-se evitar o uso de protetores corporais no rosto.

Demaquilantes

Como dito anteriormente, não é recomendado dormir sem retirar a maquiagem. E, neste caso, somente o sabonete não é suficiente para uma higienização adequada, já que retira apenas o excesso e os resíduos permanecem. Para isso, os demaquilantes são bons aliados e proporcionam uma limpeza completa.

Voltar